Sobre o OP | Mensagem do Presidente da Câmara
Mensagem do Presidente da Câmara

"Este ano, quando se cumpre a terceira edição, os projectos que os munícipes já tiveram oportunidade de escolher no âmbito de Orçamento Participativo têm vindo a ser concretizados. Há iniciativas já realizadas e equipamentos que a partir de agora se encontram ao serviço de todos."

Estimular a participação cívica e política dos Bracarenses tem sido uma marca da acção da Câmara Municipal de Braga. Esse envolvimento dos cidadãos na vida do Município é também incentivado pelo Orçamento Participativo e pelo Orçamento Participativo Escolar.

Este ano, quando se cumpre a terceira edição, os projectos que os munícipes já tiveram oportunidade de escolher no âmbito de Orçamento Participativo têm vindo a ser concretizados. Há iniciativas já realizadas e equipamentos que a partir de agora se encontram ao serviço de todos.

Dois ou três exemplos mostram a variedade das escolhas feitas e a sua abrangência territorial. Há projectos concretizados em freguesias mais afastadas do centro, como é o caso do Parque de Merendas da Aveleda, e em freguesias urbanas, de que é exemplo a recuperação do órgão da Igreja de S. Vítor, inaugurado durante o Festival de Órgão com um memorável concerto. À disposição das camadas mais frágeis da população, encontra-se também um equipamento na Escola Secundária de Maximinos, que contribuirá para que os bracarenses cegos, alunos em particular, possam conquistar uma maior autonomia. Outros exemplos se poderiam dar para testemunhar o bom uso que os cidadãos de Braga quiseram dar aos recursos do Município.

O reconhecimento através de uma menção honrosa da Organização Internacional para a Democracia Participativa e o facto de termos sido selecionados como uma das melhores práticas de democracia participativa pela Rede Portuguesa de Cidades Participativas atestam bem a qualidade destas iniciativas que sem a participação dinâmica e empenhada dos Bracarenses não seriam possíveis.

Este ano, uma vez mais, os Bracarenses responderão ao desafio de um envolvimento cada vez mais activo nas diversas fases do Orçamento Participativo.

O Presidente da Câmara Municipal
Ricardo Rio