Imprensa | Notícia
Voltar à listagem
Anunciados projectos vencedores do OP 2107

Anunciados projectos vencedores do OP 2107

São nove os projectos vencedores da terceira edição do Orçamento Participativo (OP) do Município de Braga, aos quais se juntam seis referentes ao OP Escolar. Os Bracarenses responderam mais uma vez afirmativamente ao repto lançado pela Autarquia e mobilizaram-se para escolher os projectos que serão desenvolvidos durante o próximo ano.

Esta terceira edição do OP fica marcada pelo número recorde de votantes, com 11.939 Bracarenses a exercerem uma cidadania activa e a escolherem o destino a dar aos 750 mil euros que o Município alocou para esta iniciativa, sendo que parte desta verba, 100 mil euros, destina-se ao OP Escolar.

Para Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, os resultados comprovam o “enorme potencial” desta iniciativa implementada pelo Executivo Municipal em 2014. “Com o Orçamento Participativo damos continuidade à estratégia de proximidade e de gestão aberta para toda a comunidade, promovendo uma cidadania mais activa e interventiva”, sustenta o Edil.

Apontado para o futuro, o Autarca Bracarense referiu que o próximo ano irá “marcar um novo ciclo do Orçamento Participativo, com um novo calendário e novas formas de participação dos cidadãos”. Além de um portal renovado, o OP’2018 prevê novos registos de participação, a activação de registo e validação de voto por código SMS ou correio, entre outras funcionalidades.

O forte envolvimento dos Bracarenses em todo o processo do OP é, segundo Eduardo Jorge Madureira, coordenador do projecto, “um indicador muito significativo de vitalidade cívica que superou todas as expectativas”. Eduardo Jorge Madureira destaca ainda a “ampla mobilização dos cidadãos, desde à apresentação dos projectos até à divulgação e votação dos mesmos”. “Os projectos vencedores são muito diversos. Tanto podem servir para resolver um problema existente num sítio muito específico, como para concretizar iniciativas de âmbito mais global. Todos surgem de necessidades sentidas”, salientou Eduardo Jorge Madureira.

Projectos abrangem diversas áreas de intervenção

Os nove projectos eleitos abrangem várias áreas de intervenção Municipal, nomeadamente ‘Cultura e Património’, ‘Equipamentos e Espaços Públicos’, ‘Solidariedade e Coesão Social’, ‘Ecologia, Ambiente e Energia’ e ‘Turismo, Comércio e Promoção Económica’

A transformação da sala nobre da antiga Residência Paroquial de Oliveira S. Pedro em Centro Interpretativo do Penedo das Letras foi o projecto mais votado (3.882), seguindo-se a Requalificação da zona envolvente à Capela de Santo António de Tebosa com 3.170 votos.

O projecto de remodelação da sede da Junta de Freguesia de Vilaça ficou classificado em terceiro lugar, tendo obtido 2.138 votos. Em quarto lugar, com 2.100 votos, ficou o projecto de criação de um Parque de Merendas e Lazer em S. Martinho de Fradelos. Segue-se na quinta posição, com 1.792 votos, o projecto ‘Idosos mais Felizes’ e, em sexto lugar, o projecto de remodelação da ‘Cantina Solidária’ da Casa do Povo de Tadim que obteve 309 votos.

Na sétima posição ficou o projecto ‘Centro Interpretativo Ambiental – Um espaço de Cidadania’ com 1.030 votos, seguindo-se o ‘Centro Comunitário – Geração feliz!’ com 953 votos e, em nono lugar, o projecto ‘Ginásio de Escalada – Rocódromo’ que obteve 922 votos.

De referir que os resultados das duas fases votações estarão disponíveis no site do OP (participe.cm-braga.pt) no final da sessão de apresentação dos resultados oficiais.

OP Escolar contempla a execução de seis projectos

No que diz respeito ao OP Escolar, na presente edição foram apresentados 25 projectos, tendo a votação decorrido a 29 de Setembro, em sessão realizada no Auditório da Escola Secundária Sá de Miranda, com a presença de todos os Agrupamentos. 

“Este foi mais um momento de cidadania e participação cívica que passou pelas nossas escolas e que tem um papel muito importante para a comunidade”, referiu Lídia Dias, vereadora da Educação, enaltecendo a capacidade de mobilização em torno desta iniciativa, que conseguiu “motivar a comunidade escolar para uma participação activa, crítica e consciente”.

Em primeiro lugar ficou o projecto ‘Quinta Sá de Miranda – Uma pequena semente na Cidade’, apresentado pela Escola Secundária Sá de Miranda, no valor de 19.807,45€. O projecto de cobertura de espaço cénico na EB 2,3 de Tadim, no valor de 19.981,00€, ficou classificado em segundo lugar, enquanto o terceiro foi atribuído ao projecto ‘Aprender em ambientes educativos inovadores’, submetido pela EB 2,3 Dr. Francisco Sanches com um valor de 20.000,00€.

Na quarta posição ficou o projecto ‘Faz-te à Vida’, também da EB 2,3 Francisco Sanches, no valor de 10.192,85€, que prevê a criação de uma sala multifunções e dotar a sala da Associação de Estudantes de equipamento necessário. Em quinto lugar ficou o projecto de relvado sintético para a EB1 da Ponte Pedrinha, com um valor de 18.000,00€

Como os projectos vencedores, com o valor global de 87.931,30€, não esgotam a verba alocada pelo Município de Braga (100.000,00€) para o OP Escolar, a restante verba (12.018,70€) será canalizada para o projecto ‘Drobótica’, apresentado pela EB 2,3 de Celeirós que ficou classificado em 6.º lugar.

 

Município de Braga, 14 de Outubro de 2016

Gabinete de Comunicação

14/10/2016
in Município de Braga